Saae faz primeiros plantios em seu viveiro - Prefeitura de Passos - Minas Gerais

Notícias

Saae faz primeiros plantios em seu viveiro 11/10/2018

   

O Serviço Autônomo de Agua e Esgoto de Passos anuncia que começou, em parceria com ISEPEM e Sidicom, a fazer os primeiros plantios em seu novo viveiro de mudas que está sendo implantado na cidade para atender suas necessidades. A ação faz parte do projeto que visa cumprir todas as demandas de saneamento e conservação ambientais determinadas pelo Ministério do Meio Ambiente.

                O diretor do Saae, Pedro Teixeira, falou sobre o a importância desta iniciativa. “É um trabalho que está ainda no início, mas nós acreditamos que ao longo desses meses teremos bastante mudas. Antes, tínhamos que ir até as cidades vizinhas, nos deslocar com pessoas e caminhões para comprar as espécies e agora teremos em nosso próprio viveiro”, afirmou ele, revelando que a capacidade do viveiro é para cerca de 10 mil mudas.

                Segundo Teixeira, o plantio de algumas espécies vem sendo feito de acordo com o período de floração, no qual as árvores soltam suas sementes no solo. Em respeito ao meio ambiente, serão plantadas apenas plantas nativas da região, como os tradicionais Ipês, sendo cerca de 900 já plantados. Outras espécies que compõem o local nesse momento é a Bauhinia forficata, mais conhecida como Pata de Vaca, com 150 sementes no solo, como também mais 150 de Libidibia férrea, chamada também de Pau de Ferro, Morado e Madeira Brasileira.

                Os próximos plantios no local serão de arvores da espécie Jatobá, sendo cerca de mil sementes a espera. É a espécie arbórea dominante na floresta estacional semidecidual submontana. A espécie pode alcançar 40 metros de altura e 2 metros de diâmetro, embora uma árvore tenha atingido 95 metros na Amazônia. As folhas são compostas por 2 folíolos, semidecíduas, coriáceas, com seis a 14 cm de comprimento e 3 a 5 cm de largura. A floração ocorre na época de seca do ano e a frutificação ocorre cerca de 4 meses depois.

                O processo de plantio dessa espécie é um pouco complexo, sendo preciso realizar de antemão o que se chama de quebra de dormência além de misturar dos devidos substratos com a terra para a espécie em questão.

Praça Geraldo da Silva Maia, 175 - Centro CEP - 37900-900