Image
 
powered_by.png, 1 kB
Entrada seta Noticias seta Escola Comemora Consciência Negra
Escola Comemora Consciência Negra versão para impressão
ImageEscola Silas Roberto Figueiredo comemora Dia Nacional da Consciência Negra

Passos, 19 de novembro de 2007
    Alunos das duas  turmas de 4ª série da Escola Municipal Professor Silas Roberto Figueiredo, estão desenvolvendo desde segunda-feira (19), trabalhos e atividades voltadas à cultura e à história dos negros.  O ponto alto do projeto interdisciplinar acontece nesta sexta-feira (23) com uma exposição das comidas típicas dos negros do Brasil. Toda a programação faz parte das festividades  do  “Dia da Consciência Negra”, comemorado hoje (20).

   Durante esta  semana, as professoras da 4ª série, Lúcia Fernandes e Rosane Caetano, estarão desenvolvendo com os alunos, pesquisas, textos, poemas e confecções de máscaras. Está prevista também a exibição de um documentário sobre a vida de “Zumbi”. Uma palestra com a ex-conselheira tutelar, Kátia Regina Augusta, vai acontecer na sexta-feira. Ela vai falar sobre “A importância do negro no Brasil”.
    De acordo com a diretora da escola, Sinelande de Fátima Guedes, novos paradigmas educacionais têm apontado para a necessidade de uma educação multicultural, mas para isso, é preciso romper com práticas escolares tradicionais que trabalham a história do negro focalizando apenas a escravidão e o tempo do Brasil colônia, visto que esse enfoque traz consigo as relações de dominação, discriminação e, conseqüentemente, de racismo. “A proposta pedagógica da escola é apresentar às crianças informações atualizadas e contextualizadas sobre a cultura e a história afro-brasileira, retratando a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro na área social, econômica e política na história do Brasil”, explica Sinelande.
    A diretora afirma que a cozinha africana, “pequena, mas forte”, fez valer os seus temperos, modificando os pratos portugueses e substituindo ingredientes.  Além de ter criado a cozinha brasileira, os negros ensinaram a fazer pratos com macarrão seco e a usar as panelas de barro e a colher de pau. “O africano contribuiu com a difusão do inhame, da cana de açúcar e do dendezeiro, do qual se faz o azeite-de-dendê. O leite de coco, de origem polinésia, foi trazido pelos negros, assim como a pimenta malagueta e a galinha de Angola”, assinala Sinelande.
    A exposição de algumas comidas típicas serão apresentadas e feitas pelos alunos nesta sexta-feira, a partir das 8h. A Escola Municipal Professor Silas Roberto Figueiredo fica localizada à Rua Vereador Antônio Magalhães Silveira, 240, no Cohab IV.

 
© 2014 Prefeitura Municipal de Passos
DPD - Divisão de Processamento de Dados